terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Já te dei bala moleque

Natal é uma época de paz, amor, diversão e harmonia. Esse causo que irei contar não tem nada a ver com mulheres e sim com o nosso querido velhinho Papai Noel. Já que estamos perto do Natal nada mais justo né.
Ser o bom velhinho não é fácil. Crianças no seu colo o dia todo, fazendo você jurar para elas que irão ganhar tal presente no Natal. Realmente aguentar criança não é fácil. Pior ainda aguentar alguns mais crescidinhos.

Pietro e Ronaldo tinham 15 anos. Amigos inseparáveis faziam praticamente tudo. E fim de ano, como o centro da cidade costuma ficar aberto até mais tarde, resolveram dar uma volta.
Clima natalino, árvores enfeitadas, lojas cheias, e, Papai Noel à beça.
Não eram crianças mas gostavam de farrear. Papai Noel à vista. Pietro não pensa duas vezes.
- Me dá uma bala Papai Noel- olhos brilhando.
E ele ganha suas balas.
Contente, poucos minutos depois ele vê denovo o mesmo Papai Noel.
- Papai Noel, quero mais balas.
Paciente, o bom "velhinho" dá algumas balas novamente.
Passado algumas horas, Pietro vê novamente, o mesmo Papai Noel vindo em sua direção.
Contente, começa a cantar:
- Deixei meu sapatinho...
- Já te dei bala moleque!
Pietro fica sem reação, para Ronaldo basta apenas rir.

Feliz Natal para todos! Azarem, vão atrás de mulheres, bebam, e deixem o Papai Noel em paz!

Uma musiquinha para entrar no clima.


video

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Perólas (gafes)

Tava olhando o blog da nossa querida seguidora Mari Sayuri, e vi uns posts sobre pérolas e achei muito bom! Quem aqui não soltou uma gafe ou uma pérola na vida né. Vou contar um causo legal para vocês.

Dionísio e Paulo estavam à toa no centro. Passeando olhando as lojas e algumas moças que passavam. Eis que eles encontram uma velha amiga de escola que fazia algum tempo que não conversavam. Sabem como é né, quando faz tempos que não vemos alguém resolvemos perguntar de tudo da vida da pessoa. Namora, esta trabalhando aonde, mudou-se para aonde, aonde anda tal fulana e etc.
Sabemos também que o físico da pessoa costuma mudar com o passar do tempo. Paulo havia percebido que essa tal amiga havia engordado um pouco, quando Dionísio pergunta:
-Você está grávida?- perguntando com convicção.
- Não, eu engordei mesmo- responde a amiga, normalmente.
Paulo quase riu, achando que foi uma brincadeira.
Horas depois ele pergunta:
- Mancada perguntar se ela engravidou, era melhor ter ficado quieto, e daí que ela engordou.
- Mas não fiz de propósito, achei que ela tinha engravidado mesmo- responde Dionísio com ar sério.

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

O Bundófilo




Muitas pessoas tem "aquele" amigo meio "dãr", não muito dotado de inteligência ou que não possuem a noção exata para usá-la.


Uma roda de amigos {todos maiores de idade} reunidos estão na calçada jogando conversa fora, quando passa pela rua uma menina, por volta de seus 14 anos e de corpo bem atraente, e então um dos amigos, o próprio AMIGO meio {muito} sem noção, que aqui chamaremos de Amarelo, manda:

-Nossa, que bunda gostosa!

Os demais amigos então emendam:

-Larga a mão de ser pedófilo, Amarelo.

Amarelo, todo orgulhoso de sua inteligência e sabedoria não deixa os amigos sem uma resposta adequada e então fala com convicção:

-Pedófilo por que? eu olhei pra bunda dela e não pro pé, vocês parecem bestas.

sábado, 5 de dezembro de 2009

Ops! Essa não

Chegando o fim de ano, sempre rola causos legais dessa época do ano.

Véspera de Natal. Plínio foi na casa de seus parentes em outra cidade. Cumprimentou os parentes, que o levaram pra uma festa.
Chegando na festa, um ambiente contagiante de festa, Plínio depois de uns goles de cerveja começa a ver o ambiente, para "conhecer" bem a cidade.
Ele vê uma moça, sozinha, um pouco mais velha, mas sem se importar, vai conversar com ela.
Conversa vai, conversa vem, e ele toma um fora.
Resolveu andar,e um tempo depois ele vê uma roda onde estavam todos seus parentes. Tios, tias, primos, primas, e.... a moça que ele deu em cima.
Começou a passar um monte de coisas na cabeça dele. Será que ela foi reclamar dele para eles? Percebeu que todos estavam quietos e pergunta para um primo, quem era aquela moça na roda.
- Aquela é a irmã da nossa tia, ela mora em outra cidade, você não conhece ela! - disse o primo.

Plínio pegou trauma naquele dia, não quis "conhecer" mais ninguém da cidade neste dia.
Ficou amigo da tia, mas se sentiu totalmente desconfortável em tocar no assunto.

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Hã? O quê?

Algumas pessoas costumam falar baixo. Eu particularmente falo baixo às vezes. E também um pouco enrolado, mas as pessoas conseguem entender uns 70% do que estou falando. Mas há alguns casos que, dificilmente você entende o que a pessoa fala, o famoso grunhido.

Felipe Alfredo estava de olhos fixos em seu caderno, estudando, e tinha três moças linda à sua frente. Só que naquele momento os estudos eram importante, pois iria haver uma prova em poucos minutos e, ele nao sabia praticamente nada da prova.
Chega um amigo de Felipe Alfredo, Luzu, e fica conversando com as moças, olhando para Felipe Alfredo e dando risadas. Ele sabia que o assunto era ele, achava que as moças estavam falando bem dele. Para não ficar muito convencido ele continuou com os olhares fixos no caderno.

Terminado a prova hora de ir embora e pegar o ônibus. Eis que chega o tal amigo Luzu, que estava conversando com as moças. Luzu senta ao lado de Felipe Alfredo e diz:
- Shususuh as moças.
Felipe incrédulo, sem entender nada, pede para Luzu repetir.
- Shuhuhu.
Não entendendo novamente, pede denovo para ele repetir.
- Shuhuhshu.
Pede novamente.
- Shushushu.
Ele já tinha pedido três vezes e não tinha entendido nada, curioso pediu mais uma vez.
- Shushushu.
Bom, pedir três vezes é normal, mas quatro? Felipe Alfredo cansou de tentar entender o que Luzu falava e, pensou numa resposta coerente, como não sabia do que se tratava, nem afirmou nada, como também não deu uma resposta negativa.
- Hã, mais ou menos- disse Felipe Alfredo.
Luzu começou a rir e enfim solta uma frase que Felipe Alfredo entende.
- Você é fod...

Essa história ocorreu há um bom tempo e até hoje Felipe Alfredo não sabe o que Luzu perguntou a ele. E nem tentou descobrir depois.

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Ultraje a Rigor

Eis uma musiquinha legal do Ultraje a Rigor, só para começar bem o mês. Amanhã tem histórinha de contos e causos do bicho home.

Para ouvir clique aqui.

Ps: Não coloquei o vídeo aqui por que a internet tá lerda que doi.
Ô lerdeza!

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Amizade Masculina x Amizade Feminina

Primeira situação:

A VERDADEIRA AMIZADE FEMININA:
Duas mulheres se encontram na rua, uma delas saindo do cabeleireiro:

Mulher 1: Olá, querida!!! Você cortou o cabelo?
Mulher 2: Cortei amor! Você não imagina com quem... O Edson, aquele mago da tesoura. O que você achou?
Mulher 1: Maaaraaaviiilhooosooo. Ficou 10 anos mais moça. Essas mechas, que bárbaro! Vou mandar fazer igualzinho. Foram luzes?
Mulher 2: Não menina, é uma técnica nova de clareamento que ele
trouxe da Itália. Imagina que.....
(Meia hora depois...)
Mulher 1: Então tá bom querida. Corre pra casa que teu marido vai morrer de orgulho da esposa que tem.
Mulher 2: Ai amiga, te adoro! Beijinhos!
Mulher 1 sai pensando: Como essa perua ficou ridícula. Será que ela não se enxerga? Não sei como aquele gato do marido dela continua casado com ela. Se der mole eu agarro ele.
Mulher 2 sai pensando: Essa galinha deve estar morrendo de inveja do meu visual. Ainda quer fazer igual, vê se pode!... com aquele cabelo que parece um arame... Nem com implante!!

A VERDADEIRA AMIZADE MASCULINA :

Dois Homens se encontram na rua, um deles saindo do barbeiro:

Homem 1: Opa! E aí maluco? Dando um tapa no cabelo?hehehe
Homem 2: Não troxão... tirei pra lavar
Homem 1: Que merda de corte, hein? Tu tá parecendo um viado. O cabelereiro entendeu PRA BICHA ao invés de CAPRICHA é?
Homem 2: É... mas tua mãe gostou.
Homem 1: Falou então!... Ah, manda um beijo pra aquela gostosa da tua irmã...
Homem 2: Vai se fuder, seu corno! Até mais!
Homem 1 sai pensando: Esse cara... Gente finíssima!
Homem 2 sai pensando: Adoro esse cara... muito gente boa...

______________________________
Segunda Situação:


Amizade das Mulheres

Certa noite uma mulher não voltou pra casa.
No dia seguinte, ela disse ao marido que tinha dormido na casa de uma amiga.

O homem telefonou para as 10 melhores amigas da mulher.

Nenhuma sabia de nada.


Amizade dos Homens

Certa noite um homem não voltou para casa.
No dia seguinte, ele disse à esposa que tinha dormido na casa de um amigo.

A mulher telefonou para os 10 melhores amigos do marido.

Oito deles confirmaram que ele tinha passado a noite na casa deles e dois disseram que ele ainda estava lá!
_________________________________

Pergunta:
A amizade masculina é realmente mais sincera do que a feminina?

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Banheiros

Me respondam uma questão, que pode ser inútil, mas tenho dúvidas.
Quando o homem se levanta para ir ao banheiro, ele simplesmente vai.
Por que a mulher quando levanta para ir ao banheiro, ou até antes disso, chama alguma amiga, prima, tia, mãe etc, para ir juntas?

terça-feira, 10 de novembro de 2009

Sexo frágil?

Depois falam que as mulheres são o sexo frágil.



P.s> Elizabeth Lambert (a cidadã do video), do New Mexico, não foi expulsa da partida
P.s> Pode juntar Domingos, Diego Souza e kléber gladiador que não batem tanto quanto ela...hsuahsua



vi na:Globo.com

domingo, 8 de novembro de 2009

Salvo por um amigo

Aê, primeiro post do mês. Nós homens quando bebemos demais pode ter um lado bom ou ruim. Ou ficamos divertido, ou viramos uma enxeção de saco. Mas por incrível que eu vou dizer aqui, mesmo em estado decadente, o homem às vezes sabe o que está fazendo. Repito, às vezes.
Quando acontece com o outro lado, a mulher, as coisas podem ficar totalmente fora do controle, dependendo do lugar e o que ele fala, as coisas podem tomar outras proporções. Eis um causo:

Frederico estava de boa na balada. Era quase o fim de balada, e ele estava aproveitando o som (dançando). Quando chega uma mulher alcoolizada do lado dele e conversa com ele. Ele que não é bobo nem nada conversa com a mulher, com uma certa aproximação. De repente ela diz:
- Você não é de nada - e sai andando.
- Ah é? Vou te pegar de jeito agora - e foi seco para agarrar a mulher por trás, quando um amigo interveio.
- Ou, o que você está fazendo?
- Ela provocou, vou enfiar a mão na bunda dela.
- Tá loco, olha o namorado dela atrás de você.
Frederico olha o negão 3x4, e suando, agradece o amigo.

Detalhe da história:
O namorado da moça tava sóbrio, era grande, e, olhava a namorada bêbada na balada, quem se metesse com ela...
... melhor nem dizer.

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Dúvida

Dizem as más línguas, que homem que trai o pipi cai.
E se a mulher trair, o que acontece?

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Irmã gêmea

Wagner era um rapaz de boa pinta. Mas tinha fama de galinha. Dizem a lenda, que se colocar uma saia em uma mulher ele sai pegando.
Certo dia, Wagner conheceu Manoela, e se apaixonou. Manoela sabendo da fama de Wagner não lhe deu atenção. Wagner insistiu a noite inteira, dizendo que por ela, ele mudava. Manoela cedeu e marcou um encontro com Wagner no dia seguinte. Na mesma noite eles ficaram.
No dia seguinte, Wagner estava ansioso para encontrar Manoela. Parecia que ele estava disposto mesmo a ter algo sério com Manoela, parecia que enfim ele estava se apaixonando.
Wagner viu Manoela de longe, e não resistiu, chegou por trás da moça, agarrou ela, virou-a de frente para ele e a beijou.
A moça lhe dá um tapa. Sem entender Wagner pergunta o que estava acontecendo. Manoela aparece atrás de Wagner, cutuca ele e lhe diz que ele não pede tempo mesmo. Manoela tinha uma irmã gêmea, Luiza. Wagner jura que não sabia que Manoela tinha uma irmã gêmea. Ela lhe dá um tapa e sai andando. Para terminar: Galinha sempre galinha.

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

=)

Esse clipe é legal!


video

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

E se a M.... não descer?

Essa situação já deve ter ocorrido com muita gente, não somente homens, mulheres também. Afinal todo mundo caga e peida (com o perdão do palavriado, que aliás deverá se repetir nesse post, então caso não goste é recomendável que pare a leitura nesse ponto.
Voltando ao assunto, todo mundo já deve ter passado por situações complicada, constrangedoras e/ou engraçadas quando deparadas com suas necessidades sólidas e gasosas (bosta e peido{cocozinho e punzinho})na presença ou na casa de outras pessoas ou em outros estabelecimentos.
Eu sei, EU SEEEEI... esse post deve estar bem nojento, mas acontece com todo mundo, acredito.
Mas falemos dos casos em que envolvam casais de namorados. Em muitos relacionamentos o fato de um simples peidinho para aliviar ocorrer na presença da outra parte interessada (namorado ou namorada) pode parecer a treva, o apocalipse, o fim da relação. Conheço pessoas que acabam desenvolvendo uma prisão de frente monstro, capaz de reter mais gazes que o governo da Bolivia.
Eu sei que é uma questão de educação e respeito evitar fazer esse tipo de coisa perto de outras pessoas, mas é preciso aceitar que as vezes é um caso de vida ou morte, e que precisa ser feito naquela hora e naquele lugar. Ex. Serra,volta de feriado de fim de ano, trânsito infernal, chuva, vontade de peidar a pelo menos 15km atrás, não dá pra abrir a porta e sair pra peidar "escondido", não é mesmo?
Todo mundo peida e é melhor um conhecer o peido do outro, pois no futuro pode ser tarde demais pra se arrepender.
Outro fator que também causa grandes constrangimentos é o fato de ter que cagar na casa dos outros. Além do fato de sempre ser melhor fazer no nosso troninho pelo conforto e privacidade, fazer a necessidades na casa dos outros acarreta em uma outra preocupação: e se a merda não descer?
Hoje em dia existem descargas do tipo "hidra", na qual é possível várias descargas até que o elemento defecado seja levado por completo, mas ainda assim existem casas que utilizam sistemas de descarga de caixa d'água e "cordinha", que após a primeira descarga é preciso esperar a caixa encher de água novamente para a próxima descarga ser efetuada, o que leva um certo tempo para acontecer.
Agora imaginem a situação:
Kléberson vai passar uns dias na casa dos pais da namorada. A ocasião serve para conhecer a familia da garota e também para passar o natal com a familia dela. Ele, um rapaz educado, se encontra na dificil situação de ter que cagar na casa da namorada, o que vai ter que acontecer de qualquer maneira, afinal uma semana na casa dela, uma hora vai ter que sair.
Ele enfrenta o dificil dilema, como fazer? o medo toma conta dele. Medo de fazer e então poluir todo o ambiente com seu cheiro ou então, fazer e NÃO descer. Milhões de cenas passam por sua cabeça. Ele começa a ter alucinações do sogro dizendo: "Além de comer minha filha, ainda embosteia todo meu banheiro, eu te mato!".
Fazer quando não tiver ninguém na casa seria uma alternativa, mas isso é praticamente impossível, fazer de madrugada tem o problema do barulho que a noite se torna muito mais sonoro. Ele decide acordar antes de todo mundo e então esvaziar-se. Seis da matina, ele levanta, se dirige até o banheiro e...
-"Bom dia Klébersson, acordou cedo hoje, dormiu bem, precisa de alguma coisa? - indaga a sogra
- EU PRECISO CAGAAAAR!
Fica então a dúvida, quanto a educação é mais importante que as necessidades do corpo humano? Uma compreensão maior não faria com que as pessoas vivessem mais felizes e não se torturassem tanto em segurar um peidinho despretencioso ou um cocozinho aliviante?

--Qualquer relação com a realidade é mera coincidência--

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Mas essas p.... são feias heim!

Eliomar e seus amigos estavam pescando praticamente um mês. Só que pescaria não era o forte deles. Eles não levavam nada para a casa.
Até que um dia um dos amigos de Eliomar deu uma ideia. Levar umas "amigas" da vida. Caso não pescar nada, ele tem o que "comer depois".
Passado mais um mês, a esposa de Eliomar começou a estranhar que ele ia sempre pescar e não trazia nada. A desculpa que eles "comiam" lá não colava mais. Ela resolveu ir com ele.
Sem contradições, Eliomar pediu para que seus amigos chamassem suas esposas para irem na pescaria.
Chegado o dia, Eliomar, seus amigos e suas queridas esposas chegaram ao pesqueiro. Na entrada, o dono do pesqueiro diz: Essas p.... que trouxeram hoje são feias heim!

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Semanas, meses...anos

No bar, dois amigos conversam:
-Pra você, sexo é semanal, mensal ou anual?
-Anual, sem dúvidas!
-O Loco! por que? tá tão ruim as coisas assim?
-Não, é que eu sou doido por um cuzinho.

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

"Amigo" na hora errada

Ultimamente, algumas mulheres disse que nosso blog era machista. Lógico que não somos. Aí vai uma história que um homem (moleque) se dá mal.

Afonso, estatura baixa, óculos fundo de garrafa, estava sem um dente da frente porque caiu de boca no chão. Solitário, era tido como chacota pelos seus amigos, que adoravam tirar sarro dele.
Era tarde e estava muito frio. Afonso saiu apressado de casa, tava atrasado para bater figurinhas com os amigos. A casa não era tão longe assim, de bicicleta até era relevante ir, mas além de frio, chovia muito.
Afonso colocou três blusas de frio pegou seu enorme guarda-chuva e saiu de casa apressado para ir ao ponto de ônibus.
Ele passou por uma moça que estava em uma farmácia, que reclamava no celular que não conseguia sair dali. Seu pai parecia não querer ir busca ela. Afonso num ímputo corajoso, ele voltou e ofereceu um lugar ao seu lado para a moça, até o ponto de ônibus.
Essa moça chamava-se Rebeca. Bem mais alta que Afonso, ruiva, de olhos verdes e com sardinhas sexy no rosto. Nunca que aquela moça ia com Afonso até o ponto de ônibus. Mas Afonso, estava com sorte. Ela lhe agradeceu e o encostou em seu lado.
Rebeca estava com frio, e sem blusa. Afonso tira uma blusa dos Flinstones e oferece à Rebeca que fica lisonjeada.
Afonso que não era de falar muito menos sem um dente da frente.
Você é quieto né? - diz Rebeca.
Não sou muito de falar, e ainda estou sem um dente da frente, ia me achar mais feio do que já sou. - diz sem jeito Afonso.
Ah, que isso, deixa eu ver? - diz Rebeca.
Afonso mostra a feiura de sua boca, mas para a sua surpresa:
Que fofinho, se ganhar um beijo nasce um dente? - pergunta na cara de pau Rebeca.
Afonso fica sem jeito, faz um positivo com a cabeça. Ele começa a pensar se aquilo era verdade mesmo, e começou a falar. Começou a contar piadas, quantas vezes fechou o jogo do Mario Bros. Quantos vezes perdeu pipas para os rapazes mais velho. Mas Rebeca ria de tudo.
Chegado ao ponto de ônibus Rebeca pedi o endereço e o telefone de Afonso. Primeiro ele gaguejou e depois ela pediu para ele ter calma. Nessa hora que chega Augusto Guilherme.
Augusto Guilherme era o bonitão da escola, e o carinha que mais zuava Afonso. Infelizmente as suas perguntas nessa hora não eram para zuar Afonso, e sim eram verdadeiras.
Augusto Guilherme perguntou se Afonso tinha chulés constantes, mesmo com muito talco o pé de Afonso fedia. Rebeca relevou, alías quem não tem chulé né?
Segunda pergunta era se Afonso ainda estava com furunco. Rebeca desgrudou do braço de Afonso imediatamente. A terceira era a pior, se Afonso tinha ainda tinha a mania de usar a mesma cueca por uma semana.
Rebeca viu o primeiro ônibus que estava vindo e perguntou se era esse que ele ia pegar. Ele respondeu que não, e mesmo não sendo seu ônibus, ela entrou rapidamente. Afonso começou a gritar o endereço e o número de sua casa, mas Rebeca fingia não ouvir.
Augusto Guilherme perguntou se não tinha estragado nada. O coitado do Afonso disse que não.
Curiosamente algumas semanas depois, Afonso lembrava mais da sua blusa dos Flinstones do que da bela Rebeca.

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Enganos e desenganos...

Esses tempos eu postei um texto no caos dizendo que "O ser humano é um bicho que sempre consegue dar um jeitinho de satisfazer suas necessidades, mesmo que as vezes de maneiras um tanto diferentes". Eis que eu estava no trampo esses dias e o negão (o mesmo do churrasco do rala coxa) me contou mais umas de suas histórias.

Chapeleta adverte: Se você tem menos de 18 ou mais de 60 anos, tem pressão alta, problemas cardíacos ou estomago fraco, é aconselhavel que você encerre sua leitura por aqui. Não nos responsabilizamos por eventuais problemas dessa natureza.

Interior da Bahia, pelos meus cálculos, mais ou menos 25 anos atrás, havia naquele lugar um certo rapaz comedor de égua (sim, comedor no sentido mais sórdido da palavra). Imagino que esse cara não fazia lá muito sucesso com as mulheres, mas com as éguas... diz que as bichinhas ficavam até alegres quando viam o garanhão e já vinham de rabo erguido. Porém esse nosso amigo estava cansado com o título de Rei no mundo equino, e como todo homem casado que enjoa da mesma mulher com o passar dos anos, ele também queria variar.
Eis que passando por um sítio onde se criavam jumentas, ele definiu sua próxima vítima. O problema é que ele não tinha com as jumentas, o mesmo sucesso que tinha com as éguas e quando ele foi em direção a elas, o bando partiu em disparada. Corre atrás de uma, corre atrás de outra e o corre corre durou o dia todo, até que no fim da tarde, ele estava correndo atrás de uma das coitadas, quando veio um senhor andando pela estrada em direção contrária e sem pensar duas vezes nosso herói clamou em súplicas:

- "Ataia, ataia..."

O senhor já cercou a jumenta e segurou-a, dando um fim numa corrida de um dia.

- "Obrigado senhor, muito obrigado"

- "Você precisa de ajuda?"

- "Não não. Pode deixar que daqui pra frente eu me viro sozinho. Muito obrigado e vai com Deus!"

- "Você também..."

Pronto. Agora era só ele fazer sua arte. E ele fazia com maestria. Levou a jumenta para um lugar mais escondido, arriou as calças e, como que por impulso levou a mão por entre as pernas do animal e foi aí que ele teve uma grande, aliás, uma enorme surpresa. Ele sentiu o "tamanho dos bestas" e se deu conta de que não se tratava de uma jumenta e sim de um jegue.

Bom... nessa hora da história já era possível me ver no chão rolando pra lá e pra cá rindo horrores e por isso não sei o que aconteceu depois, mas também não importa. Fato é que eu já tinha ouvido várias histórias de caras que achavam que iam comer uma mulher e na hora H descobriam que era um travesti, mas a história de um cara que ia metê numa jumenta e na hora descobre que é um jegue, essa foi a primeira vez.

Ps's:

Ps1: "Ataia", em bom bahianês significa algo como "Cerca". Pelo menos foi o que disse o contador dessa história.

Ps2: "Tamanho dos bestas"[?!]

Ps3: Já pensou se o jegue quisesse fazer um troca-troca?!

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Estraga prazeres

Certa vez, Ricardo e Augusto combinaram de sair. Como José trabalhava a noite, e eles poucos se viam, resolverem matas as saudades saindo depois do trabalho. Conversas atrasadas, azarações que não dão certo, opniões de músicas e esporte. Eles denominaram como a noite deles. Nada e ninguém iria atrapalhar este ciclo. Depois que o José saiu do trabalho, animado e extasiado com os amigos, Ricardo olha uma moça e diz:
- Ô menina vem cá!
Lógicamente Augusto e José pensaram juntos. Nunca que uma moça ia voltar né.
Ela disse:
- Vem cá você.
Pensaram que ele não ia lá. E foi.
Ah, umas bitoquinhas né, alías ele é homem e Augusto e José relevaram o acontecido.
Eis que cinco minutos se passou e ele volta com ela. Tudo bem, a noite não vai acabar por causa dela. O problema que ela não parava de falar, e Ricardo sem jeito de dar um fora nela, começa a beber. Até que, ele fica bêbado. A culpa da história (causo) pode ser do Ricardo, mas para Augusto e José a estraga prazeres era ela. Quem recebe uma cantada (cantada?) como ela recebeu e dá trela?
Nosso amigo Ricardo bêbado, não se mexia, ela poderia ir embora né? Não, ficou com eles, como se ela morasse longe do local.
Nosso amigo José, com fome, pediu um lanche e uma Fanta. A moça (que não sei o nome) não parava de olhar o lanche de José. Sem jeito ele ofereceu para ela. Ela dá uma mordida, comendo quase metade do lanche. De repente ela diz:
- Me dá um gole.
- Claro - disse José sem paciência.
A moça bebe e devolve a lata.
- Podia ser coca né!
José se vingou, mas não com ela, deu o endereço de Ricardo e o número telefone fixo e do celular.
Ricardo ficou bravo e deu um jeito de se vingar do pobre José, mas isso é outra história.
Enfim, não deixe de sair com mulheres quando estiver com amigos, mas, xaveca e perceba o tipo de mulher que ela pode ser.

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Mentira na balada

Balada é um bom lugar para descontrair. É o lugar que vamos para beber, dançar e esquecer dos problemas. E, lógicamente falando, a azaração.
Nós homens gostamos de contar para os nossos amigos como é a mulher que ficamos. Loira, morena, alta, baixa, com bafo, piercing, não importa, gostamos de contar detalhes.
Quando somos adultos nem ligamos muito, mas na adolescência o bicho pega. Se todos os nossos amiguinhos pegarem alguém e você não, pode ter certeza. Você é motivo de zuação da turminha. Para isso não acontencer, alguns usam um método fácil. A mentira.
Mas ela não é fácil de ser executada, precisa de malícia, manha e competência.
E se a mentira for mal contada, hummm, nem digo nada.
Vou lhes contar, dois exemplos.

Mentira 1

Amigos conversando, se divertindo, de repente um dos amiguinhos diz que vai dar uma volta. Cinco minutos (apenas) depois ele volta dizendo se a gente tinha visto. Visto o quê?
Ele disse que estava andando e uma moça pegou na bunda dele, ele não devia deixar isso quieto, virou agarrou ela pela bunda (para dar o troco) e a beijou.
Perguntamos como ela era, e claro que ele não deu muitos detalhes. Perguntamos se ele deixou ela, para nos avisar que tava com alguém. Não também. Então pedimos para ele mostrar a moça. Infelizemente ele não achou ela para mostrar a gente.

Mentira 2

Três amigos conversavam tranquilamente em uma balada. Um deles disse que ia ao banheiro. Logo que saiu, um dos rapazes disse para o outro rapaz que assim que ele voltasse ele ia dizer que pegou uma mulher. Então ficaram vendo ele entrar no banheiro e sair até em direção deles, sem que o amigo percebesse.
Quando o amigo voltou (cinco minutos também) dito e feito.

Então digo, se forem mentir (como já fiz) elaborem uma boa mentira. Ah, não é feio tomar fora na frente dos amigos, melhor tentar do que mentir né. Se zuarem, pelo menos você tentou.

sábado, 29 de agosto de 2009

Você não ia embora?

Certa vez, dois amigos passaram a tarde conversando no quarto de um dele. Não é nada disso que vocês estão pensando. Conversas da vida alheia, mulher, futebol e um belo jogo de video-game.
Chegado à noite, o amigo se despede, e o outro fica no quarto, alías o amigo sabe o caminho até o portão né?
Meia hora depois, o rapaz levanta para ir ao banheiro e depara na sala de sua casa, que seu amigo ainda estava lá. E ele estava com a sua irmã (pegando ela). Quem mandou ele não fazer sala e acompanhar seu amigo até no portão da casa dele né?

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Músicas de StripTease

Algumas músicas lembram ou remetem a alguns momentos/cenas.
Abaixo Top 5 que me fazem lembrar de StripTease.
Se você possui mais alguma música que te faça lembrar de cenas desse ritual feminino que enlouquecem os homens, deixe seu comentário.
Aqueçam os Pole Dances

#5 - AC/DC - The Jack



#4 Snap - Rhythm is a dancer



#3 - Eurythimcs - Sweet Dreams



#2 - Jane Birkin & Serge Gainsbourg - Je T'aime... Moi Non Plus



#1 - Joe Cocker - You Can Leave Your Hat On




#BONUS#

Cena de Demi Moore em StripTease {O Filme} ao som de Def Leppard

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Keith Richards Fight!


Alguns fãs conseguem ser extremamente chatos e esquecem que seus ídolos são pessoas normais como qualquer outra. E que podem ser mau humoradas e estressadas como qualquer um também. Nesses casos, subir no palco pode não ser uma boa idéia, ainda mais com um Keith Richards (guitarrista dos Rolling Stones) "armado" de sua guitarra.


quarta-feira, 26 de agosto de 2009

O sangue de uma virgem


A virgindade feminina até hoje ainda causa fascínio e cobiça de muitos homens. Circunda a imaginação e o fetiche masculino. É responsável por mitos e contos fantásticos.
Uma virgem é sempre um ser cercado de fantasias, e um detalhe quase insignificante (não menosprezando a virgindade, nem vulgarizando o sexo), acaba se tornando uma relíquia sagrada. Muitas histórias colocam as virgens como oferendas em rituais macabros, religiões santificam as virgens, entre outras muitas histórias que todos já devem ter ouvido.
Para muitos homens, tirar a virgindade de uma mulher é tesouro inestimável, outros consideram isso como uma responsabilidade extrema, quase um pecado. Muitos dizem que virgens são peças raras.
Mas é claro que esse blog não costuma tratar de temas pragmáticos e complexos, então chega de mais delongas e vamos ao assunto:
As vezes um momento prazeroso pode se tornar a maior cilada, como diria Bruno Mazzeo.
Essa história eu ouvi há alguns {muitos} anos atrás.
Na adolescência, as novas experiências causam grande euforia e os impulsos podem fazer com que as pessoas não consigam medir a proporção exata das coisas.
Os personagens da história receberão nomes fictícios: Castor e Angélica {a virgem}.
Castor começou um relacionamento com angélica, não era um namoro, eles ficavam depois da escola. O tempo foi passando e o relacionamento ficando mais sério. E com o passar do tempo o casal foi aumento o desejo um pelo outro e o clima cada dia apimentava mais e mais. Na época como os dois ainda eram menores de idade não se podia apelar para motéis e estabelecimentos do prazer. Mas também não podia ser em qualquer lugar, afinal tinha que ser especial.
Então Castor planejou tudo. Quando seus pais saissem em viajem, os dois finalmente poderiam saciar suas votades carnais.
Passou-se o tempo e o dia finalmente chegou, estavam sozinhos e com a casa só para eles. Porém, havia o irmão dele, então não poderiam utilizar o interior da casa.
Ficaram namorando a beira da piscina, e o clima foi esquentando, já não podiam aguentar e então rolou a primeira vez de Angélica com Castor.
O amor, que coisa linda. Mas, ai que as coisas complicam.
Em alguns casos com mulheres, a primeira vez costuma causar um certo sangramento, devido ao rompimento do hímen.
Mas nesse caso, segundo o relato, foi quase uma hemorragia.
Angélica começou a sangrar bastante, e o sangue começou a escorrer. Castor já não se concentrava no momento. Sua procupação era com a piscina. Se o sangue fosse pra piscina ia sujar a agua e como ele iria explicar para seu irmão. Já quase em desespero ele tomou uma atitude rápida, mas não muito inteligente, resolveu pegar o tecido que estava mais próximo para estancar o sangramento e limpar o que já havia saido. Apossou-se do par de meias que havia em seu tênis. Meias novas de algodão, Branquinhas, muito brancas, impecáveis...e caras.
As meias acabaram no lixo e o momento de prazer acabou em lamentações. Entre os amigos ele só lamentava pelas meias, muito caras.

Moral da história: Não se engane com as mulheres, até mesmo uma virgem pode acabar com seu pé de meias.

terça-feira, 18 de agosto de 2009

Imaginação Fértil Parte 2

Nós homens, temos uma imaginação grande. Gostamos de ouvir e imaginar causos de nossos amigos. Mas, uma pequena comparação, também pode nos afetar.
Todos os nomes usada aqui são fictícios heim.
Gilberto , namorava uma bela moça, Clarissa, loira, 1,75 metros de altura, olhos verdes, sorriso encantador, pele branca como a neve e bochechas rosadas.
Ela era notada por onde passava. Não que Gilberto fosse feio, mas, ele sabia que ela era muita areia para o seu caminhãozinho.
Certa noite em um boteco, Gilberto e seus amigos conversavam sobre coisas típicas de nós homens. Futebol, cerveja, e mulher.
Um dos amigos de Gilberto, Roger, disparou uma frase, como se Gilberto tivesse tomado um tiro no coração.
- Gilberto, já reparou que a sua mina parece muito com o irmão dela?
Todos na mesa riram e concordaram. Gilberto riu ironicamente, mas começou a pensar consigo mesmo que realmente eles tinham traços iguais, lógico por serem irmãos.
O tal irmão, Carlos, 1,77 metros de altura, loiro, olhos verdes e do resto vocês já sabem.
- Você não imagina pegando ele, quando esta com ela? - ironizou Roger.
- Claro que não! Largue a mão de ser besta - rebateu Gilberto.
Os dias se passaram, Gilberto ria quando lembrava do assunto. Lógico, ele namorava uma deusa, um comparação dessa não podia mexer com ele.
Fim de semana, noite fria. Nada melhor do que pipoca e a sua querida mulher em seus braços. Vendo um filme romântico, nossa, melhor ainda!
Intriga, discussão, família não deixando a mocinha ficar com o mocinho, mocinho pobre e discriminado por todos. Típico filme que deixa a mulher cheio de lágrimas em seus olhos. Clarissa da um forte abraço em Gilberto e o beija intensamente. No começo Gilberto adora, mas a mente dele começa a trabalhar contra ele. Ele imagina beijando o irmão de sua amada. Ele começa a suar. Clarissa percebe e pergunta se ele está bem. Ele da uma desculpa boba, dizendo que está com dor de cabeça. Ela vai embora mas promete passar para vê-lo no dia seguinte.
No dia seguinte ela convence Gilberto a irem no shopping. Nada como ficarmos vendo por horas coisas que não iremos comprar. Gilberto estava aliviado, pois a comparação boba tinha passado.
Depois de tomarem o sorvete, vem a hora do beijo. Gilberto começa a pensar no irmão de Clarissa denovo e a empurra bravamente. Ela assustada e espantada pergunta o que houve. Ele abre o jogo com ela. Leva o sonoro tapa no rosto e ainda é chamado de gay.
Aqui entre nós. Não deixe se levar pela sua imaginação, e muito menos pelos comentários de seus amigos. Depois disso, Gilberto passou a namorar só mulheres que não tinham irmãos.

quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Futebol é mais que só futebol


Futebol. Paixão nacional. NOVE entre DEZ homens apreciam esse esporte tão fascinante. As mulheres cada dia mais também se mostram presentes no mundo futibolístico, PORÉM...
Ainda existem aquelas mulheres {ou não} que vivem dizendo não suportar futebol e pronunciam sempre as mesmas frases de efeito:
"Qual a graça de futebol?"
"O que você ganha assistindo isso?"
"Que graça tem ver um monte de homem correndo atrás de uma bola?"
"Não acredito que vou ter que assistir futebol em pleno domingo"
"Se não é seu time que tá jogando pra que ficar assistindo?"
Entre outras.
Tentarei explicar um pouco sobre essas dúvidas sobre esse espetáculo esportivo.
Qual a graça do futebol? Ora. O futebol não se resumi apenas a partida em si. Existem muitas outras coisas que circundam os jogos.
Existem partidas e jogos que giram em torno das partidas de futebol, como, por exemplo, os Bolões e Fantasy Games (um bom exemplo é o Cartola FC da Sportv). Essas disputas que podem ser feitas entre amigos, em butecos e bares, ou em outros meios que ofereçam promoções do tipo, servem pra responder a perguntas do tipo "o que você ganha com futebol?". Com exceção dos funcionários dos clubes de futebol {jogadores, técnicos, ropeiros, jardineiros, etc...) que ganham para trabalhar pelo futebol, essas disputas servem pra que os simples mortais que não possuem a habilidade de jogar futebol ou que possuem habilidades mas nunca foram descobertos pelos olheiros ganhem alguma coisa com isso. Os prêmios de um bolão ou fantasy game podem variar desde quantias em dinheiro, video games e viagens, até caixas de cerveja ou frangos assados com farofa.
Mas muitas vezes quem acompanha futebol não ganha nada de material mesmo. Mas, porém, quando nosso time ganha ou o time de um amigo {ou não} perde ganhamos coisas muito mais importantes do que um brindezinho. Quando nosso time é campeão então, ai ninguém segura a felicidade. Muitas vezes é muito mais gostoso poder dar aquela cornetada, aquela zuada no amigo do que a partida em si. Quando o nosso time perde, o dia seguinte pode ser angustiante, porque também temos que suportar a gozação adversária. Mas quando isso é feito de forma pacifica, sem violência só faz aumentar a paixão pelo esporte, afinal você fica louco pelo dia da revanche.
O futebol também serve como assunto entre as rodas de amigo, as mesas redondas as vezes duram horas de discussões sobre um jogo ou um time.
Então lembre-se. Quando estiver assistindo uma partida de futebol não leve em conta apenas o jogo que esta passando, mas também todo a situação que ronda o mundo do futebol, suas lendas e misticismos. E assim como muitos gostam de novelas, telejornais e filmes, outros milhares em todo o mundo amam FUTEBOL.


Skol-Futebol



http://www.youtube.com/watch?v=o4ltrqeSQRs

domingo, 9 de agosto de 2009

It's Raining "women". Aleluia!

Bom... como disse nosso amigo Paulinho em alguns posts atrás, "Xô preguiça! Chapeleta de volta".
Esse é um post pensando em você. Isso mesmo, você, homem, que está numa seca danada, já não pega nada a muito tempo. Se você está achando que a situação por aqui tá brava, na Alemanha tem mulher caindo de céu!!!! E pelada ainda por cima!!!!! uhuu!!!! \o/


Já estou de malas prontas!!!

It's rainning "women", Aleluiaaaaaa!!!!!!!

Ps's:

Ps1: A tarja não é pra diminuir a felicidade de ninguém, mas pra diminuir o risco do blog ser sinalizado pelo uso de conteúdo impróprio.

Ps2: Com minha sorte, é capaz de eu ir pra lá e cair o instrutor no meu colo...

sexta-feira, 7 de agosto de 2009

Músicas que empolgam para dar porrada

Que macho que na sua infância (os da minha época) ao ouvir essas músicas não se empolgavam.

# 3

Abertura Jiraya

Após ouvir essa abertura, pegava minha espada de brinquedo, e dava no que via na frente. No caso era o sofá de casa.


video


# 2

Orquestra James Last /Rocky Balboa tema

Ah se eu tivesse luvas de boxe. Mas sempre dava uns socos imaginários.


video


# 1

Stan Bush/Fight To Survive

Ah, essa música marcou para mim. Que vontade de sair brigando com alguém quando ouvia ela. Levantava e tentava brigar com a coitada da minha irmã.

Olha, só para constar, nunca fui de briga hahaha.


video

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Top Three Ballad

Hoje falarei de músicas que empolgam. Ou que pelos menos empolgaram. Para mim ainda empolga, mas dificilmente toca em alguma balada, e, se tocar, sai de baixo hahaha.


# 3

Mr. President/CoCo Jambo



video



# 2

John Scatman/Scatman (Ski-Ba-Bop-Ba-Dop-Bop)



video



# 1

Haddaway/Whats Is Love?



video

quinta-feira, 30 de julho de 2009

Você não tem tempo para mim Parte 1

Xô preguiça! Chapeleta de volta. Estarei postando aqui uma vez por semana. Isso é, se essa cabecinha fútil conseguir funcionar por tanto tempo. O título dessa postagem, não se refere ao blog abandonado (na minha parte por preguiça mesmo), e sim a algumas mulheres que usam essa frase clássica para nos deixar sem jeito. E cá estou eu para dar um belo exemplo que não é bem assim.
Vou contar uma história, de um típica noite de um casal.
Seis horas da tarde. A mulher está cuidando de sua unha (por Deus, é só cortar). O homem quer trocar algumas palavras com a sua amada, só que ela não presta atenção em você, ou diz para você voltar depois. Caso elas cortem a cutícula bem na hora que você está na frente dela (arghhh) o culpado pode ser você. E quando digo que não desejo isso a ninguém, é porque não desejo mesmo. TUDO BEM. Deixemos ela cuidar de suas lindas unhas. Como se nós se importasse com isso. É apenas unha. Unha! O que queremos com isso, podem deixar do jeito que tão, como disse, é só cortar. Mas tem fetiche para tudo ? Vai saber.
Sete horas da noite. A hora da mulher na cozinha. Neste caso eu dou até razão, um pouco vai. Se vamos falar com elas, tem essas típicas frases, "A comida vai passar do ponto" ou "Quer que eu pare de fazer aqui para te dar atenção, vai ficar sem comer". TUDO BEM.
Oito horas. A hora do banho. Aí não preciso falar nada . Banho demorado. Secador no cabelo. Pentear (ou escovar), loção, perfume, ah, isso porque ela não vai sair. TUDO BEM.
Nove horas. Novela. A nossa querida novela, que nos enche de cultura e conhecimento. Sicrano tava no avião? Fulana ama outro. O príncipe encantado não morreu no primeiro episódio? TUDO BEM.
Acaba a novela, antes eram nove e meia, depois quinze para as dez, e finalmente dez horas, isso por conta de uma emissora que manda nos horários. Bem, o jogo vai começar. Um sorriso no rosto. Bem na hora que o narrador vai começar a escalação, ela aparece.
- Môzinho.
- Hã.
- Nossa, que foi?
- Nada, é que quero ver o jogo amor.
- Ahh, credo, vamos conversar?
- Agora não dá, quero ver o jogo. Já perdi a escalação.
- Nossa, você e este futebol. "Você não tem tempo para mim". Só liga para este jogo chato.
E sai toda embirrada. Gente não sou machista, apenas conto histórias e causos divertidos.
Abraços.

segunda-feira, 23 de março de 2009

Caminhão - LAU

A mente humana é muito fértil como muitos sabem. Quando o assunto é sexo a criatividade aflora ainda mais em algumas pessoas. O que dizer das fantasias sexuais de certos individuos?
De muitas histórias sexuais que já ouvi (mal de certos homens e mulheres - compartilhar suas histórias sexuais). Essa história ouvi em um dos clássicos churrascos regados a cerveja.
Vamos aos fatos:
Ambientação: A cena se passa em um motel, daqueles de beira de estrada {quem quiser tentar a pratica do ato, necessita de um motel beira de estrada, com sacada com vista para a estrada}.
O ocorrido: Depois de conhecer a garota em algum lugar (não me recordo o local) começou a paquera...conversas, xavecos... rolou a atração entre os dois... beijos daqui, mãos dali...
Mas só os beijos e amassos não eram suficientes, os dois estavam sedentes por uma noite de sexo. Sairam e foram para o tal motel de beira de estrada. Pegaram uma pernoite.
Depois de muito sexo... corpos suados...paixão... o quarto pegando fogo, enganam-se aqueles que acham que esse tal amigo estava satisfeito e que já não haviam mais posições para tentar.
Com o dia já amanhecendo, a tal moça dirigiu-se de roupão até a sacada do motel, que dava de vista com a estrada. Ela se apoiou na sacada, apreciando a visão da rodovia. O tal rapaz, já "animado" novamente, ao ver a moça encostada e de costas para ele, dirigiu-se até ela. Abraçou-a por trás. "encaixou" nela. E disse:
"Na hora que passar um caminhão, você me fala"
Prontamente a moça disse:
"Olha um caminhão"
E ELE: LAU!
E assim ficaram:
-Caminhão
LAU!
-Caminhão
LAU!



P.s. Isso não é um conto erótico.
P.s.2 História real {acho}
P.s3 LAU

domingo, 15 de março de 2009

Imaginação Fértil Parte 1

Macho que é macho não se importa pela mulher que está pegando, lógicamente tem que ser mulher.
O homem também é movido por uma imaginação fértil.
Um rapaz estava saindo com uma bela moça, 1.80 cm, 70 quilos, morena de olhos verdes, uma beldade que, por onde passava, fazia os homens pararem.
Só que este rapaz reparou algo nela, a sua mão: grande, veias estufadas, e comia as unhas, ele comentou este fato com seus amigos que disseram que, era como se ele estivesse saindo com um homem.
Ele riu, dizendo ao teus amigos que estavam com ciúmes dele.
Porém uma coisa mudou na mente dele, toda vez que pegava na mão dela, ou quando ela tocasse em qualquer parte de seu corpo, eu disse qualquer parte, ele começou a pensar e imaginar que fosse um homem fazendo aquilo, ele olhava nos olhos dela mais sentia a mão, imaginava um homem.
Ela reparou que algo estava estranho com ele, mais com medo da reação dela ele não disse nada.
Ela ligava e ele dizia que estava com dores de cabeça, ou cuidando do irmão menor, ou fazendo trabalho pra escola.
Ele colocou na cabeça que nada disso iria impedir ele de ficar com aquela mulher maravilhosa.
Passado um ou dois dias, ele não aguentou e abriu o jogo com ela.
Ela enfurecida deu um tapa em seu rosto e terminando em seguida.
O rapaz contou está história para seus amigos, e com o rosto marcado por 5 dedos disse que não só de aparência tinha a mão.

terça-feira, 10 de março de 2009

Machos do cinema

Macho que é macho só vê TV para: filmes pornográficos ou futebol.
E lógico para ver um bom filme de ação, cujo tem um protagonista que só pensa em porrada e porrada, com belas frases e que se mexer com eles, não pensam 2 vezes em meter a mão.
Eis alguns atores dessa linha:

JEAN-CLAUDE VAN DAMME

O belga Van Damme, é mais conhecidos pelos seus chutes potentes, bem nos rostos de seus adversários.
Toma café da manhã de olhos vendados em o Grande Dragão Branco e no Kumitê usou está artimanha para derrotar o Chong-Li depois de jogar areia em seus olhos, deixando o cego.
Foi o Guile em Street Fighter, foi morto em Soldado Universal e foi ressucitado virando assim um soldado perfeito, em Kickboxer luta contra o temível Tong Po, foge de uma ilha em A Colônia, e quando está fazendo sexo alguém bate em sua porta, em vez de parar e atender, a moça em seu colo ele vai atenter a porta sendo que é outra moça batendo, e ele a convida para a sua "festa" que lógicamente ele não recusa a oferta, infelizmente esqueci o nome do filme, se alguém puder ajudar.




SYLVESTER STALLONE

Sylvester sabe conquistar seus fãs pelo jeito que fala, um modo envolvente com a boca torta.
Em todos filme que interpreta o garanhão italiano Rocky Balboa o boxeador tem a característica de apanhar muito até cansar seu adversário para finalmente derrota lo, e quando apanhar muito, é muito mesmo.
Stallone foi um veterano do Vietnã em Rambo, usando sua tradicional fita vermelha na cabeça, foi o detetive Tango em Tango & Cash, um policial que é congelado e volta no futuro pois ele é a única alternativa de pegar um vilão fodão que também estava congelado em O Demolidor, o fabuloso Marion Cobretti em Stallone Cobra, e foi até piloto de corrida em Alta Velocidade.


ARNOLD SCHWARZENEGGER

O mister universo de 1968 já enfrentou uma fera do espaço em o Predator, foi o turbulento Conan, foi clonado em o 6º dia, mostrou seu charme dançando tango em True Lies, enfrentou o Batman (ok não precisa ser tão macho assim), enfrentou o diabo em O Fim dos Dias, tem que ser macho pra isso.
Mais marcante mesmo foi em O Exterminador do Futuro 2 onde enfrenta um ciborgue que é feito de metal líquido (hã?) usa aquela jaqueta de couro acompanhado com sua 12.
Astelavista Baby.


STEVEN SEAGAL

Steven diferente de outros machos, usa sua técnica contra os adversários, sua habilidades vai muito além que seus adversários podem imaginar, confesso não dar detalhes em seus filmes pois acho que são tudo a mesma coisa, ou não?
Ultimamente Steven tem sido visto tocando.



CHARLES BRONSON

Fez uma série de 5 filmes chamado Desejo de Matar, acho que não preciso dizer mais nada né?






CHUCK NORRIS

Chuck é conhecido por suas lendas, vou dar 2 exemplos que vi numa comunidade do orkut:
Deus precisava de 10 dias para construir o mundo. Chuck Norris deu a ele 6 e olhe lá.
As lágrimas do Chuck Norris curam o câncer. O problema é que ele é tão macho que não chora nunca.
Lendas a parte Chuck Norris enfrentou Bruce Lee.
Fato: macho e louco.


RALPH MACCHIO- DANIEL LARUSSO (KARATE KID)

Brincando né!

Sei que esqueci vários aqui, sugestões serão bem vinda para uma segunda postagem.

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

E Deus fez a mulher...

... E Deus fez a mulher...Houve harmonia no paraíso.O diabo vendo isso, resolveu complicar...
Deus deu a mulher cabelos sedosos e esvoaçantes.O diabo deu pontas duplas e ressecadas.
Deus deu a mulher seios firmes e bonitos.O diabo os fez crescer e cair.
Deus deu a mulher um corpo esbelto e provocante.O diabo inventou a celulite, as estrias e o culote.
Deus deu a mulher músculos perfeitos.E o diabo os cobriu com lipoglicerídios.
Deus deu a mulher uma voz suave, doce e melodiosa.O diabo a fez falar demais.
Deus deu a mulher um temperamento dócil.E o diabo inventou a TPM.
Deus deu a mulher um andar elegante.O diabo investiu no sapato de salto alto.
Então Deus deu a mulher infinita beleza interior.E o diabo fez o homem perceber só o lado de fora.
Só pode haver uma explicação para isso: O diabo é VIADO !!!!!


RáRá...pra tirar um pouco do "pó" do blog e dar uma animadinha

quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

Tira o Deeeeez! Tira o Dois Primeiro!

Partidas de futebol são empolgantes...mesmo quando não são sempre há algo de especial que contagia os amantes do futebol.
Mas nada se compara ao prazer de acompanhar uma partida no estádio. O grito da torcida. As provocações (as saudáveis é claro). Os chingamentos ao Juiz (parte de prazer de estar no estádio é ter a chance de chingar os árbitros).
Pois bem. Há poucos dias, juntamente com um grupo de amigos, resolvemos acompanhar o time da cidade na Copa São Paulo de Futebol Juniors. O time daqui tem tradição na "Copinha" e já é tradição apoia-lo nessa competição.
Contarei dois fatos que ocorreram com o mesmo amigo, em dois jogos que fomos acompanhar.
No primeiro jogo, foi possível notar que a equipe não estava com um time brilhante, como no ano anterior. Estava um jogo morno. Poucas chances de gol. Tudo parecia encaminhar para um empate "OxO". Eis que esse amigo não pensa duas vezes antes de gritar:
- Oooo treinador...tira o 2, ele é muito ruim!
Resultado?
Ele acabou de gritar e o tal 2 fez um cruzamento milimétrico para o primeiro gol do time. Com a cara mais sem graça do mundo ele comemora o gol.
No outro jogo fomos com o mesmo grupo de amigo para acompanhar o jogo decisivo para a classificação para a próxima fase.
Como dito anteriormente o time não é tão brilhante como em anos anteriores e com o decorrer da partida a paciência da torcida vai se acabando... e aos poucos os culpados dentro do campo vão sendo escolhidos... o 2, o 9, o 10...
Eis que o mesmo amigo, com o mesmo empenho do primeiro jogo, manda o berro:
- Ooooo treinador, tira o 10 poorra!
E logo que imediatamente uma voz a frente, emenda:
-Tira o 2 primeirooo caraiooo!
A situação acabou virando cômica...parte dos torcedores que estavam perto começara a rir da situação.
E eu queria a saída do 9....e ainda quero....


P.s. O Time ganhou a partida.
P.s.2: Os gols foram marcados pelo 10...hahaha

segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

Não se toca

Bom, só existe uma coisa pior que o o nosso empata-fodas, é o rapaz que não se toca.
Irei explicar.
Como de costume, sempre que chegamos na balada, vemos o ambiente, se está bom ou não e isso me refiro a mulhereda.
Aquele lance de olhar e ver quem está disponível, e lógico sempre rola a troca de olhares.
Certa vez, numa dessas baladas e depois de vermos o ambiente (e lógico a bebida na mão ), começamos a dançar e reparamos numa moça bonita que ao dançar fazia sempre um biquinho, que deixava ela atraente, ah, mais isso é pra poucas tá!
A troca de olhares finalmente rola, mais como de costume sempre tem um monte de gavião (outros homens) rodeando a preza.
Essa moça que estava de olho no rapaz tinha um certo "amigo" que não desgrudava, tentava de todos os jeitos e quando o rapaz ia dançar perto dela ele sempre tinha um jeito de intervir.
O rapaz olhava e ela correspondia só que o cara é tão chato que não se toca a ponto de sempre em cima dela, e ela sempre dando um empurrãozinho nele.
Os amigos tentam chegar perto dela para conversar, porém nada faz o rapaz sair de perto, ele não dava a liberdade, ela devia estar com dó de sair com alguém na frente dele, devem ser estes amiguinhos de infância sabe.
Para tentar ajudar um amigo finge que está dançando e lhe-dá um soco na cabeça, não tão forte, e pede desculpas, fingindo estar dançando, porém com a cara de bravo para ver se o rapaz se tocasse.
Tudo em vão, a menina da corda, mais tem o "não se toca" com ela.
Agora estou pensando, que é pior "NÃO SE TOCA" ou "EMPATA-FODAS" e vou lhes dizer, que até perdi o sono com está dúvida.