sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Nasci Pra Passar Vergonha - Cantadas Antigas

Para quem não conhece o nosso amigo Agostinho (vejam a história dele aqui) ele não costuma se dar bem com as mulheres. E dessa vez seu tio Zé pretendeu lhe dar uma ajuda.

Agostinho estava em sua casa em pleno sábado tc (teclando) com seus amigos. Eis que chega seu tio e observa o garoto no computador:
- O que faz aí rapaz?
- Nada tio, só conversando com a galera.
- Nada disso, troque de roupa você vai sair com o tio hoje.
- Mas tio....
- Mas tio nada, estou esperando!

De roupa trocada Agostinho vai em uma balada. So que esta balada era um retrô dos anos 80. E a maioria quem foi, não era da sua idade. Seu tio todo pomposo estava se sentindo em casa:
 - Quer cerveja?
- Não tio, um refrigerante por favor.
- Meu querido sobrinho, posso lhe fazer uma pergunta?
- Claro tio!
- Quantas mulheres, digo, menininhas já ficou?
- Ah tio, poucas.
Seu tio Zé dá uma risadinha marota e diz:
- Hoje seu tio vai ensinar como se pega mulheres. Seu tio já ficou com várias mulheres. Só não casou ainda porque prefere curtir a vida, sabe como é né?
- Hã, sim tio!

Algum tempinho depois com algumas cervejas na cabeça Zé se levanta e começa a dançar. Ele vê uma mulher do seu lado e começa a investir:
- Oi.
A moça nem lhe dá atenção. E ele insiste:
- Viu "tetéia" que tal a gente se conhecer melhor? Te achei um "pitel"
Incrédula ela olha para ele e diz:
- Meu querido só porque a festa é retrô você não precisa dar essas cantadas - diz a mulher rindo dele junto com suas amigas.

Esse dia Agostinho percebeu algumas coisas:

- Cantadas antigas não dão certo;
- Descobriu porque seu tio continuava solteiro;
- E descobriu para quem puxou na família com a falta de jeito com as mulheres;
- E ele não é o único que passa vergonha na família.

Um comentário:

Helaina_One disse...

Coitado do Agostinho!!
Pior que quando o "problema" é de família é ainda mais difícil se livrar dele!!

Beijussss;
Aguardando sua volta heim!! ;)